Mitos e Verdades sobre Casamento: conheça alguns deles

mitos e verdades

Foto: Produtora 7

O Casamento é um dos momentos mais felizes do casal. Mas algumas tradições acabam gerando alguns questionamentos nos noivos, principalmente na fase do planejamento. As crenças antigas acabam se esbarrando nos Casamentos atuais e criando a seguinte dúvida: Devo seguir o costume antigo?

Por isso, nós listamos alguns mitos e verdades para que os noivos possam ter a certeza de que fizeram as escolhas certas para o Grande Dia.

Casar em agosto dá azar

Mito! Essa é uma superstição que veio de Portugal. A explicação é que quem casa em agosto pode ter azar na vida de casado, sendo considerado o “mês do desgosto”. Os noivos que sonham em casar nesse mês por questões da data de namoro, do primeiro beijo, não devem confiar nessa informação. É apenas uma lenda portuguesa.

O mês de agosto é um período perfeito para realizar o Grande Dia. Isso porque é uma época do ano com um clima ameno e ótima oportunidade para viajar, por conta do fim das férias escolares no Brasil, por exemplo.

 

Celebrante faz toda diferença

Verdade! Sem dúvida, os noivos são os protagonistas do Grande Dia. Mas durante a cerimônia, os celebrantes quem a conduzem e ilustram a história do casal para os convidados. É um momento muito emocionante e, durante o discurso, o casal vai se lembrando com lágrimas nos olhos a história de Amor.
Por isso, é importante escolher muito bem quem vai discursar para que os convidados se sintam contagiados com o momento.

Os nossos Parceiros Sidney Botelho, Ricardo Heder, Casamento Ecumênico e Cristiane Martinez, conduzem a cerimônia de acordo com os desejos e características dos noivos. Nada como uma cerimônia memorável, do início ao fim!

 

O pai da noiva paga a festa e o noivo paga a Lua de Mel

Mito! Antigamente era comum que o pai da noiva pagasse a festa. Mas esse hábito foi se desfazendo ao longo dos anos.

Cada casal tem o seu modo de decidir esse momento. Não existe uma regra para isso. O planejamento financeiro é um fator fundamental nessa etapa de vida, por isso, o casal deve se unir para pensar a melhor forma de pagar os gastos do Casamento. Mas, não é obrigação que a noiva pague a festa e o noivo a Lua de Mel.

Com todas essas mudanças ao longo dos anos, hoje é muito comum que os noivos paguem o Casamento, sem auxílio financeiro dos pais. Nada melhor do que unir os sonhos do casal, não é mesmo?

Em relação a Lua de Mel, muita coisa também mudou. Hoje, a Lua de Mel pode ter uma ajuda extra dos convidados por conta das cotas em sites de lista de presentes, por exemplo.

 

O noivo pode ajudar a noiva nas escolhas do Casamento

Verdade! Esse negócio de “Casamento é coisa de mulher” não existe mais. O Grande Dia é para o casal, por isso, nada mais justo que o noivo também possa ajudar e dar opiniões.

O noivo tem todo direito de querer saber detalhes sobre a festa, decoração, buffet, cerimônia e conversar com a noiva sobre o assunto.

Afinal, o Casamento é um sonho que se sonha junto!

 

Convidar uma pessoa para o Casamento só porque ela convidou para o dela

Mito! Muitos noivos têm a impressão que precisam convidar uma pessoa para o Casamento só porque ela convidou para o dela, por uma mera questão de educação. Mas, os noivos não têm essa obrigação. O convite deve ser algo espontâneo e não considerado como uma “troca”, ou seja, eles convidaram e você convida de volta.

Mas isso fica a critério dos noivos. Se eles acharem importante convidar, a escolha é apenas deles!

 

Serviço de foto e vídeo é indispensável

Verdade! É importante que o casal pense que após o Casamento, eles vão querer relembrar o momento de alguma forma. E não há maneira melhor de recapitular o Grande Dia através de fotos e vídeos.
Sem contar que, com esse registro, o casal pode ver tanto o vídeo quanto o álbum de fotos no dia e na hora que quiserem. É uma lembrança eterna!

Para que o casal eternize esses momentos especiais, nós indicamos com convicção a nossa Parceira Produtora 7, que eterniza esse momento de forma única!

 

A noiva é quem paga pelos trajes dos pajens e daminhas

Mito! Segundo a tradição os noivos ficam responsáveis pelos gastos envolvendo as roupas e os detalhes dos trajes das daminhas e pajens. Porém, isso não é uma regra e, dependendo da proximidade dos noivos com os pais das crianças, isso pode ser conversado entre eles.

O ideal é que a situação seja confortável e transparente para todos os envolvidos.

Mito ou verdade, o importante é que o Grande Dia seja da forma que os noivos sempre sonharam!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.