Espumante para Casamento: Como acertar na escolha?

espumante para casamento

 

Uma das grandes preocupações das noivas é a escolha das bebidas que serão servidas no Grande Dia! Mas, como o menu oferece diferentes pratos, entradas, acompanhamentos e sobremesas, não é preciso harmonizar cada um com uma bebida diferente. Para não errar nessa escolha o espumante para casamento é a opção certa!

O espumante é considerado uma bebida coringa, que combina muito bem com a maioria dos pratos! Todo vinho que possui gás, pode ser considerado um espumante, mas são classificados de maneiras diferentes pela região e o método de produção.

Diferenças

A principal diferença nos espumantes é o processo de fermentação. Diferente dos vinhos, o espumante passa por duas fermentações, a primeira, comum para ambos, que transforma o açúcar da uva em álcool, e a segunda, exclusiva desses tipo de bebida, que faz com que os espumantes tenham espuma e bolhas de ar.

Champanhe: Os vinhos espumantes produzidos na região de Champagne na França são os únicos que podem ser chamados de champanhe!

Prosecco: Os proseccos só podem ser chamados assim se forem produzidos em determinadas regiões da Itália, Veneto e Friuli, com uma uva específica.

Quais escolher

espumante para casamento foto com taças

Para não errar com os convidados e ainda harmonizar com o jantar o espumante para casamento é a escolha certa e o Martini Prosecco é uma ótima opção! Esse é um dos mais elogiados e sofisticados proseccos do mercado, possui um aroma agradável que conquista todos os paladares.

Além disso, para aqueles que gostam de espumantes mais adocicados, o Martini Rose, além de sua linda tonalidade rosa, possui um aroma bem delicado com notas de framboesa e rosas.

Passo a Passo

O processo de produção do Martini é composto por 4 etapas para gerar o sabor delicado do prosecco.

Primeira: A colheita das uvas é feita a mão nas colinas da região de Asti e de Prosecco, o que permite fazê-lo com um excelente controle da qualidade das uvas.

Segunda: As uvas são prensadas em cachos inteiros, o que protege o sabor delicado da fruta.

Terceira: Nessa etapa é feita a primeira fermentação, que leva aproximadamente duas semanas e resulta em um vinho tranquilo, com uma acidez bastante alta.

Quarta: A segunda fermentação é a que o torna espumante. Esse processo demora um mês e é feito cuidadosamente para atingir a perfeição.

E assim que o processo Martinotti é finalizado, a bebida é filtrada e engarrafada, fechada com a tradicional rolha de cortiça a pressão. Pronto para degustar!

carrinho da martini

Durante o casamento não faltam motivos para celebrar, por isso o open bar da Martini oferece também um carrinho  incrível para servir as bebidas! Fale com nossa equipe de produção e veja como conseguir para seu evento. Sucesso na certa!

Esperamos que com essas dicas seja mais fácil escolher o espumante para seu Grande Dia!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.